logo_anba_pt logo_camera_pt

Americana Amazon compra líder do varejo online do Oriente Médio

28/03/2017 às 13:49h

São Paulo – A gigante norte-americana de vendas online Amazon anunciou a compra da empresa líder do varejo online no Oriente Médio Souq.com. A Emaar Malls, de propriedade do bilionário de Dubai Mohamed Alabbar, também estava na disputa. O valor do negócio não foi revelado. A Souq.com foi fundada pelo empresário nascido na Síria Ronaldo Mouchawar em 2005. As informações são do website da revista Arabian Business.

Traduzido por Sérgio Kakitani

Arábia Saudita e Jordânia criam fundo de US$ 3 bilhões

27/03/2017 às 19:12h

Amã – A Jordânia e a Arábia Saudita firmaram nesta segunda-feira (27) um memorando para criação do Fundo de Investimentos Saudita-Jordaniano, com perspectiva de realização de investimentos conjuntos no valor de US$ 3 bilhões. As informações são da agência de notícias jordaniana Petra.

O documento foi assinado pelo presidente da Associação de Bancos Jordanianos, Musa Shehadeh, representando as instituições do país que vão contribuir para o fundo, e pelo supervisor geral do Fundo de Investimento Público da Arábia Saudita, Yasser Bin Othman Al-Rumayan. O executivo saudita destacou a existência de oportunidades de investimentos nas áreas de energia e turismo da Jordânia.

Cresce participação feminina no mercado de trabalho saudita

24/03/2017 às 13:23h

São Paulo – Em setembro de 2016, havia 496,8 mil mulheres trabalhando para empresas privadas na Arábia Saudita. O número é 144,6% superior ao registrado no final de 2012, quando 203.088 mulheres estavam empregadas pelo setor. Os dados são da Organização Geral de Seguridade Social saudita (Gosi, na sigla em inglês) e foram divulgados pelo site do jornal Arab News.

Em termos percentuais, a parcela feminina da força de trabalho no setor privado aumentou de 12% em 2012 para 30% ao final de 2016. Até 2020, o governo do país árabe pretende elevar a taxa de participação das mulheres no mercado de trabalho nacional, incluindo os setores público e privado, dos atuais 23% para 28%.

Tradução de Gabriel Pomerancblum

DP World avalia negócios no Canal do Panamá

23/03/2017 às 19:49h

Cidade do Panamá – A DP World, operadora portuária de Dubai, avalia oportunidades de negócios relacionadas à expansão do Canal do Panamá. O CEO da companhia que tem várias operações nas Américas, inclusive no Brasil, Sultan Ahmed Bin Sulayem, se reuniu esta semana com o presidente panamenho, Juan Carlos Varela, para discutir projetos de parques logísticos e industriais. A expansão do Canal do Panamá é resultado de mais de uma década de construção e de US$ 5,25 bilhões em investimentos, e tem potencial para dobrar a capacidade de cargas do canal. As informações são da Emirates News Agency (WAM).