logo_anba_pt logo_camera_pt
17/08/2017 - 07:00hs
Compartilhe:

Embaixada da Argélia receberá estudantes de Brasília

Representação diplomática do país do Norte da África é a única árabe a participar da edição 2017 do Programa Embaixadas de Portas Abertas, promovido pelo governo do Distrito Federal.



São Paulo – A embaixada da Argélia em Brasília foi uma das selecionadas para participar do Programa Embaixadas de Portas Abertas, promovido pela Assessoria Internacional do governo do Distrito Federal. No dia 28 de setembro, a representação diplomática do país do Norte da África abrirá suas portas a estudantes de uma escola pública do DF, ainda a ser definida, para apresentar um pouco da história, geografia e cultura argelina.

“É uma forma de divulgar um pouco mais do nosso país para os estudantes e reforçar a tolerância e o respeito às diferenças”, afirmou Chafik Kellala, primeiro secretário da embaixada. Embora seja sua primeira participação nesse programa, a representação diplomática já recebeu estudantes em outras ocasiões. Segundo Kellala, antes da Copa do Mundo de 2014, crianças visitaram a embaixada.

Nessa edição do projeto, lançado oficialmente na semana passada, a embaixada argelina é a única árabe entre as doze selecionadas, mas, segundo o governo do DF, as inscrições para representações interessadas em receber estudantes seguem abertas. O objetivo do governo do Distrito Federal é aproximar os estudantes com idade de 9 a 11 anos da rede pública da carreira diplomática e informa-los sobre os costumes de outros países. A ideia é organizar visitas às 134 representações sediadas em Brasília.

“A inscrição no programa depende de manifestação de interesse da embaixada e disponibilidade de datas e horários”, explicou, por e-mail, a Assessoria Internacional do governo do Distrito Federal. A seleção das escolas é feita pela Secretaria de Educação e os alunos são indicados pelas instituições de ensino participantes.

No caso da Argélia, a Assessoria Internacional procurou os representantes da embaixada pela proximidade da representação com o governo do DF. “A cidade de Argel compartilha com Brasília uma tradição modernista, desde o ‘Plan Obus’ de Le Corbusier, nos anos 1930, às obras de Niemeyer dos anos 1970 e 1980”, justificou a assessoria internacional.

Kellala adiantou que os estudantes receberão uma breve introdução sobre a história e a geografia da Argélia durante a visita e, após uma sessão de perguntas e respostas, participarão de atividades culturais.

Com base em sua experiência anterior, o secretário acredita que as crianças se interessarão, principalmente, por questões sobre o Islã e o cotidiano do povo argelino. “Eles costumam perguntar bastante sobre a gastronomia e a educação, que na Argélia é quase toda pública”, completou.

O Programa Embaixada de Portas Abertas foi lançado na última quarta-feira (09) em cerimônia no Palácio do Buriti, com a presença do governador Rodrigo Rollemberg. Idealizado pela primeira-dama Márcia Rollemberg, faz sua visita inaugural à embaixada de Israel na quinta-feira (17). Gabão, Chile, Paraguai, Nicarágua, Países Baixos, Coreia do Sul, China, Vietnã, Suécia e Itália são outras embaixadas inscritas nesta edição.

Outras embaixadas interessadas em participar podem procurar a Assessoria Internacional do governo de Brasília por meio do e-mail assessoria.internacional@buriti.df.gov.br.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form