logo_anba_pt logo_camera_pt
20/09/2017 - 19:14hs
Compartilhe:

Brasileira viaja pela Palestina e produz filme

Cassiana Pizaia e Vinícius Sgarbe, dois jornalistas, produziram o documentário 'Viagem pela Palestina', que vai além do turismo convencional no país. Lançamento será em Curitiba (PR).



Cassiana Pizaia

A jornalista Cassiana Pizaia em Jerusalém

São Paulo – O documentário Viagem pela Palestina, produzido por dois jornalistas brasileiros, estreará na Cinemateca de Curitiba no domingo (24). Lugares pouco conhecidos por turistas e até mesmo por cidadãos locais são o ponto alto do filme, que busca mostrar uma Palestina que muitos ouvem falar, mas poucos conseguem ver.

As imagens foram feitas por Cassiana Pizaia, uma brasileira casada com um descendente de palestinos que, de tanto ouvir histórias e relatos do local, resolveu explorá-lo além dos territórios desbravados pelos turistas. “Há dezoito anos viajei para a região e, apesar de gostar muito de lá, fiz apenas o turismo tradicional: Jerusalém, Belém, Gaza”, conta a jornalista, que trabalhou muitos anos nas Organizações Globo.

Passar por lá despertou mais a curiosidade de Pizaia, que começou a buscar mais informações na internet e em conversas com seu marido, Ualid Rabah, que conheceu após a viagem. “Mas é difícil achar imagens de determinados locais até mesmo no Google. Me causou um certo desconforto: há muita coisa na Palestina, mas pouco se conhece e se consegue ver”, pondera Pizaia.

Cassiana Pizaia

Imagem do Mosteiro de Mar Sabá, próximo a Belém

No começo do ano, surgiu a oportunidade de retornar ao local. Sua cunhada, Ruayda Rabah, passou a morar lá – inclusive preside o Conselho de Cidadãos Brasileiros da Palestina. Pizaia não teve dúvidas: levou equipamentos para filmagens e organizou uma viagem de norte a sul do país, indo muito além do turismo convencional.

Com sua cunhada servindo como assistente e intérprete e um motorista local contratado, a jornalista entrou na Palestina através da Jordânia e passou por Jerusalém, Ramallah, Jenin, Nablus, Hebrom e aldeias ao redor de Belém, além de se aventurar pelo deserto. “Fui a Jericó, a cidade mais antiga do mundo e que é um verdadeiro oásis, bem no meio do deserto”, conta. No caminho, parava em aldeias e conversava com os cidadãos locais, que ajudaram a compor o documentário.

“Na verdade, o documentário foi sendo criado durante a viagem. Fui para lá sem saber ao certo se faria, e se daria certo fazer”, explica a jornalista, que relembra das dificuldades. “A contratação do motorista, que conhecia as estradas locais, foi fundamental, porque nem os trajetos internos o Google consegue mapear. Ele manda sair do território e voltar, sugere várias voltas desnecessárias”, conta.

Cassiana Pizaia

Ruínas em Jericó, a cidade mais antiga do mundo

Nos dez dias de viagem, Pizaia coletou mais de 20 horas de filmagens, que foram compiladas em um documentário de 23 minutos. Durante a edição, recebeu o apoio de Vinicius Sgarbe, outro jornalista que, segundo ela, foi fundamental para a finalização do filme.

Viagem pela Palestina foi apresentado no Festival de Turismo das Cataratas, em junho, em Foz do Iguaçu (PR). Agora, estreia nas telas de cinema na capital paranaense. Segundo a jornalista, a ideia é fazer outras apresentações em telonas ao redor do Brasil para, depois, lança-lo na internet.

O objetivo maior, porém, já está sendo alcançado, segundo Pizaia: a satisfação pessoal. “Gostaria que as pessoas conhecessem melhor a Palestina, uma região que muito se fala e pouco se entende, existe muito preconceito. É um projeto pessoal e o objetivo está sendo cumprido”, finaliza a jornalista, que planeja novos documentários sobre a região.

Serviço

Lançamento Viagem pela Palestina
Domingo, 24 de setembro, às 19 horas
Local: Cinemateca de Curitiba – Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174
Entrada Gratuita

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form