logo_anba_pt logo_camera_pt
14/11/2017 - 19:22hs
Compartilhe:

Fórum Econômico Brasil-Países Árabes ocorre em fevereiro

Encontro de negócios será realizado no dia 06, em São Paulo. A iniciativa é da Câmara Árabe Brasileira, com apoio da União das Câmaras Árabes e da Liga Árabe.



São Paulo – A Câmara de Comércio Árabe Brasileira promove em 06 de fevereiro de 2018, em São Paulo, o Fórum Econômico Brasil-Países Árabes, para debater temas como comércio, investimentos, segurança alimentar, energia, turismo, inovação e logística, e colocar frente a frente empresários das duas regiões. A iniciativa tem apoio da União das Câmaras Árabes e da Liga dos Estados Árabes.

A data foi confirmada em reuniões que o diretor-geral da Câmara Árabe, Michel Alaby, teve esta semana na sede da União, em Beirute, no Líbano, e na Liga Árabe, no Cairo, Egito. A União é um braço empresarial da Liga e a Câmara Árabe Brasileira integra a instituição.

Além do fórum, no dia 07 de fevereiro vai ocorrer um encontro empresarial Brasil-Jordânia e uma reunião dos secretários-gerais das câmaras de comércio árabes-estrangeiras. A ideia de promover estes eventos surgiu em reunião que o presidente da Câmara Árabe Brasileira, Rubens Hannun, teve com o presidente da União, Nael Al Kabariti, em Amã, na Jordânia, em setembro. Kabariti é também presidente da Câmara de Comércio da Jordânia.

Em Beirute, Alaby se encontrou com o secretário-geral da União, Khaled Hanafy, e com a diretora responsável pelas câmaras árabes-estrangeiras, Hoda Katchan. Além da data do fórum, eles conversaram sobre a agenda, os temas a serem discutidos e possíveis palestrantes. Serão convidados representantes de governos e do setor privado do Brasil e dos países árabes. A ANBA irá noticiar a programação quando ela estiver concluída.

No Cairo, o diretor-geral da Câmara Árabe teve uma reunião com a embaixadora Manal Mowafi, chefe da divisão de Câmaras de Comércio e Setor Privado da Liga Árabe, e com o diretor do Departamento de Relações Econômicas da Liga, Tamer Zaidan. A pauta do encontro foi a mesma.

Catar

Antes de seguir para Beirute, Alaby acompanhou no domingo (12) a última etapa de uma missão do governo brasileiro a cinco países árabes do Golfo para promover investimentos no Brasil.

Em Doha, no Catar, a delegação chefiada pelo secretário de Coordenação de Projetos do Programa de Parceria de Investimentos (PPI), Tarcísio Gomes de Freitas, teve reuniões com executivos do fundo soberano Qatar Investment Authority (QIA) e do Qatar Development Bank (QDB).

Segundo Alaby, os representantes do QIA fizeram muitas perguntas sobre a concessão de aeroportos no Brasil e a exploração e produção de petróleo no pré-sal. Na última rodada de licitações promovida pela Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), a estatal catariana Qatar Petroleum ficou com um dos blocos ofertados em consórcio com a Shell e a chinesa CNOOC. A Shell é a operadora, com 55% de participação, a Qatar Petroleum tem 25% e a CNOOC, 20%.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form