logo_anba_pt logo_camera_pt
15/12/2017 - 07:00hs
Compartilhe:

Sial Oriente Médio movimenta quase US$ 900 milhões

Esta é a estimativa de negócios divulgada pela organização da feira da indústria alimentícia que terminou nesta quinta-feira em Abu Dhabi. Pavilhão brasileiro teve apoio da Câmara Árabe.



São Paulo – A oitava edição da feira da indústria alimentícia Sial Oriente Médio terminou nesta quinta-feira (14) em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. Segundo os organizadores, o número de visitantes cresceu 28% em relação à mostra do ano passado e os expositores realizaram o equivalente a 3,3 bilhões de dirhans (US$ 898,4 milhões) em negócios. As informações são da Emirates News Agency (WAM).

Divulgação

Rubens Hannun (E) em reunião com Bin Salem

A feira de três dias teve um pavilhão brasileiro organizado pelo Ministério da Agricultura e pelo Itamaraty, com apoio da Câmara de Comércio Árabe Brasileira e da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

De acordo com a executiva de negócios internacionais da Câmara Árabe, Fernanda Baltazar, que acompanhou a mostra, os expositores brasileiros gostaram do evento e relataram que há grande potencial de negócios a partir dos contatos feitos.

Paralelamente à mostra, o presidente da Câmara Árabe, Rubens Hannun, e o assessor de projetos especiais da entidade, Tamer Mansour, se reuniram com o secretário-geral da Federação das Câmaras de Comércio e Indústria dos Emirados, Humaid Mohamed Bin Salem.

Walter Bibikow/Hemis-Fr/AFP

Yas Mall, onde será realizada semana de produtos brasileiros

“Nós falamos do Fórum Econômico Brasil-Países Árabes e de nossas atividades nos Emirados em 2018”, disse Hannun. O fórum será realizado pela Câmara Árabe em abril do próximo ano, em São Paulo, e irá reunir representantes dos setores público e privado das duas regiões. “Eles (a federação) querem estar juntos de nós e apoiar as nossas iniciativas”, acrescentou.

Hannun e Mansour se reuniram também com administradores do Yas Mall, maior shopping center de Abu Dhabi, onde a Câmara Árabe pretende promover uma semana de produtos brasileiros no final de fevereiro de 2018. “A ideia é mostrar produtos brasileiros que tenham valor agregado, assim como atrações culturais e artísticas”, contou Hannun.

Ainda nesta quinta-feira (14), empresas brasileiras que participam de uma missão de investimentos com o Ministério da Agricultura e o Itamaraty apresentaram projetos na área de agronegócio para captação de recursos à holding Mubadala e ao Abu Dhabi Investment Council (ADIC).

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form