logo_anba_pt logo_camera_pt
26/12/2017 - 17:08hs
Compartilhe:

Produção de azeite deve avançar 120% na Tunísia

País africano deverá fechar a próxima safra na liderança da produção entre os árabes, além de ter o maior crescimento global durante o período.



Túnis – A Tunísia registrará na safra 2017-2018 o maior crescimento na produção de azeite de oliva, de acordo com informações da Tunis Afrique Presse (TAP). Segundo estimativas do Conselho Oleícola Internacional (IOC, na sigla em inglês) divulgadas pelo governo do país africano, a produção local de azeite crescerá em torno de 120%, comparado com a safra anterior (2016-2017, de 100 mil toneladas), e alcançará 220 mil toneladas.

Os números do IOC colocam a Tunísia como a quinta maior produtora global de azeite de oliva nesta safra, superada por Espanha, Itália, Grécia e Turquia. Entre os países árabes, a Tunísia será a principal fornecedora, entretanto.

No Marrocos, a produção de azeite de oliva deverá crescer 27%, para 140 mil toneladas, mesma taxa de aumento da Argélia, que fechará o ano com 80 mil toneladas produzidas. Jordânia e Egito terão crescimento de 25%, somando 25 mil toneladas cada, enquanto a Líbia produzirá 18 mil toneladas, um avanço de 12%, e o Líbano, na contramão, fechará o ano com queda de 8% na produção, somando 23 mil toneladas.

Segundo a TAP, as projeções da IOC indicam que a produção global de azeite de oliva subirá 14% na safra, para 2,894 milhões de toneladas, enquanto o consumo terá um aumento de 5% para 2,954 milhões de toneladas.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form