logo_anba_pt logo_camera_pt
29/06/2015 - 17:44hs
Compartilhe:

Caem importações argelinas de lácteos e açúcar

Gastos com compras externas de lácteos recuaram 38% nos cinco primeiros meses de 2015. No caso do açúcar, houve retração de 9%.



Argel – O valor das importações argelinas de lácteos e açúcar caiu nos primeiros cinco meses de 2015. As compras externas de lácteos somaram US$ 519,06 milhões, uma redução de 38,27% em comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com dados do Centro Nacional de Informática e Estatísticas das Alfândegas (CNIS, na sigla em francês).

O volume de produtos lácteos importados de janeiro a maio, porém, aumentou 4,45% e chegou a 172,94 mil toneladas. Segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do Brasil (MDIC), não ocorreram exportações brasileiras de lácteos ao mercado argelino no período, ao passo que nos cinco primeiros meses de 2014 houve embarques no valor de US$ 36 milhões.

No caso do açúcar, a Argélia importou o equivalente a US$ 365,7 milhões nos cinco primeiros meses do ano, uma queda de 9,3% em relação ao mesmo período de 2014. A quantidade importada recuou 3,07% e ficou em 847.145 toneladas. O Brasil forneceu o equivalente a US$ 243 milhões em açúcar aos argelinos de janeiro a maio, uma queda de 11% na mesma comparação.

No acumulado de 2014, as importações argelinas de lácteos somaram US$ 1,91 bilhão, e as de açúcar, US$ 861,05 milhões.

De janeiro a maio de 2015, as importações de produtos alimentícios do país árabe totalizaram US$ 4,3 bilhões, 8,65% a menos do que no mesmo período do ano passado. As importações totais somaram US$ 22,33 bilhões, um recuo de 10,22% na mesma comparação.

*Tradução de Alexandre Rocha com informações da redação da ANBA

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form