logo_anba_pt logo_camera_pt
27/03/2017 - 17:56hs
Compartilhe:

Balança tem superávit de US$ 1,6 bilhão

Exportações cresceram 0,4% na semana passada, em média, mesmo com recuo nas vendas externas de carne.



São Paulo – A balança comercial brasileira registrou superávit na quarta semana de março, mesmo com o impacto negativo no embarque de carnes por causa da Operação Carne Fraca da Polícia Federal. Segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, o saldo ficou US$ 1,602 bilhão positivo, resultado de US$ 4,453 bilhões em exportações e US$ 2,851 bilhões em importações.

A média de exportações chegou a US$ 890,6 milhões na semana passada, 0,4% acima da média apurada até a terceira semana do mês. O Mdic destacou o aumento de 3,9% nos embarques de produtos básicos, como soja em grãos, minério de ferro, cinzas e resíduos de metais preciosos e mel natural, que compensou a redução de 15,5% nas vendas externas de semimanufaturados, como açúcar em bruto, ferro-ligas, semimanufaturados de ferro e aço, couros e peles e alumínio em bruto, e a queda de 0,7% nas exportações de manufaturados, puxado por laminados planos de ferro e aço, óleos combustíveis, hidrocarbonetos e seus derivados halogenados, óxidos e hidróxidos de alumínio e tubos de ferro fundido.

No setor de carnes, a média diária ficou em US$ 50,5 milhões na semana passada, 19% abaixo da média das três semanas anteriores, de US$ 62,2 milhões. O embarque de aves representou 60% do total do grupo na semana passada, sendo que bovinos foram 27% do total, suínos 10% e 3% de tripas e miúdos em geral. Cento e oito países importaram a carne brasileira, com destaque para Arábia Saudita, com 12% do total, Rússia, com 10%, e Hong Kong, 9%. Os Emirados Árabes compraram 6% do total, enquanto o Egito importou 4%.

As importações brasileiras recuaram 3,4% em média, somando US$ 570 milhões na quarta semana do mês. Segundo o Mdic, puxou para baixo a redução nas compras de equipamentos eletroeletrônicos, equipamentos mecânicos, combustíveis e lubrificantes, plástico e obras, aeronaves e peças e instrumentos de ótica e precisão.

No mês as exportações somaram US$ 15,982 bilhões, ao passo que as importações alcançaram US$ 10,525 bilhões, gerando um saldo positivo de US$ 5,457 bilhões. No acumulado do ano o superávit chega a US$ 12,736 bilhões, com US$ 46,363 bilhões em embarques e US$ 33,627 bilhões em desembarques.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form