logo_anba_pt logo_camera_pt
26/07/2010 - 16:16hs
Compartilhe:

Crianças vivenciam cultura brasileira no Líbano

O Conselho de Cidadãos Brasileiros em Beirute realizou, no sábado, o encontro inaugural do Grupo Alecrim, que tem como objetivo incentivar os costumes brasileiros entre crianças que vivem no exterior.



São Paulo – As crianças brasileiras que vivem no Líbano ganharam no último sábado (24) um espaço para interagir e conviver melhor com os costumes do Brasil. O Centro Dari, que significa “minha casa”, em árabe, localizado em Baalbeck, no Vale do Bekaa, será a sede local do projeto cultural infantil do Grupo Alecrim, formado por brasileiros voluntários que moram no exterior.

Divulgação
Divulgação

O Grupo Alecrim quer expandir as atividades para outras cidades



O grupo, que tem como objetivo incentivar os costumes brasileiros entre crianças que vivem no exterior, já atua em duas cidades na Bélgica e uma em Cingapura. O projeto é coordenado por Katcha Osório. No Líbano, a coordenação está a cargo também de Roberto Khatlab, secretário-executivo do Conselho de Cidadãos Brasileiros em Beirute, e Marcela Zaim, professora de ginástica.

O primeiro encontro do grupo, em Baalbeck, reuniu mais de 100 pessoas, a maioria crianças de 03 a 08 anos acompanhadas de suas mães. As crianças participaram de atividades e brincadeiras, cantaram, assistiram filmes e comeram pratos típicos do Brasil preparados pelas mães.

De acordo com Khatlab, nos encontros todos devem falar a língua portuguesa. As atividades desenvolvidas são baseadas em temas brasileiros que despertam a curiosidade das crianças. Entre as atividades estão cantigas de roda, histórias, teatro, geografia, ciências e gastronomia.

O Grupo Alecrim pretende levar suas atividades para outras regiões do Líbano por meio de mães voluntárias. Os encontros são realizados duas vezes por mês. O grupo tem o apoio do Conselho de Cidadãos Brasileiros em Beirute, da Embaixada e do Consulado do Brasil e do Centro de Estudos e Culturas da América Latina da Universidade Saint-Esprit de Kaslik.

O Centro Dari, que cedeu o local para o Grupo Alecrim, era a antiga casa do casal Toufic El-Hosn e Fátima Mourtada, que nos anos 20 imigraram para o Brasil. Como o casal não teve filhos, quando retornaram ao Líbano, antes de morrerem, doaram o imóvel ao orfanato de Baalbeck.

Desde 2006

O Grupo Alecrim foi fundado em 2006 pela brasileira Carla Freericks, em Bruxelas. Atualmente, o grupo atua em Bruxelas e Gent, na Bélgica, e em Cingapura. O grupo é apolítico, laico, sem fins lucrativos e aberto a todos os brasileiros e estrangeiros que possuem alguma ligação com o Brasil.

Contato

Grupo Alecrim
Site: www.alecrimbrasil.org
No Líbano: alecrim.beirute@googlemail.com

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form