logo_anba_pt logo_camera_pt
27/07/2009 - 07:00hs
Compartilhe:

Uma cozinha brasileira em Ras Al Khaimah

Em junho passado, a nutricionista Fabiana Marietto abriu a primeira e maior empresa do setor de catering do emirado, a Jais. Por dia, são distribuídas 20 mil refeições em obras de construção.



São Paulo – Após algumas viagens da nutricionista Fabiana Piccinalli Marietto ao emirado de Ras Al Khaimah, nos Emirados Árabes Unidos, a brasileira observou que faltavam empresas de catering (serviços alimentares) na região. Em poucos meses, Fabiana montou um projeto, conseguiu um investidor e apresentou sua ideia ao governante de Ras Al Khaimah, Mohammed Bin Saqr Al Qassimi. Em junho passado, o projeto se tornou a indústria Jais Catering.

Divulgação
Divulgação

A cozinha da Jais Catering produz 20 mil refeições por dia



“Eu via um excesso de obras em construção e me perguntava: onde esse pessoal deve comer?”, disse à ANBA a nutricionista, que está em São Paulo. Segundo ela, os trabalhadores não tinham opção e comiam em condições precárias, o que chamou a atenção de Fabiana em montar algum tipo de serviço para atender também esses funcionários, já que sua ideia era montar uma empresa para servir refeição coletiva.

Até a Jais Catering entrar em operação foram 13 meses de pesquisas e negociações para Fabiana conseguir montar a cozinha industrial com todo know-how brasileiro. “A maior dificuldade que tive foi a barreira cultural”, afirmou a nutricionista, que teve que adaptar os pratos de acordo com o gosto da maioria dos trabalhadores de obras em Ras Al Khaimah, vindo de países como Índia, Paquistão, Filipinas e Sri Lanka.

“Contratei um chefe de cozinha internacional e comecei. Eu fico mais com a parte sanitária, de higiene e de equilíbrio nutricional dos alimentos”, afirmou Fabiana. Atualmente, são produzidas 20 mil refeições por dia, que são embaladas e transportadas ainda quentes para as obras do emirado. “Estamos com quatro vans para o transporte, mas já estou comprando mais duas para ajudar”, acrescentou a nutricionista, que contratou 38 funcionários.

Divulgação
Divulgação

O know-how da empresa é todo brasileiro

De acordo com ela, a refeição principal produzida para os trabalhadores de obras é o Biriyani, prato popular da Índia e do Paquistão, composto por arroz, frango e um caldo condimentado que leva muita pimenta e curry. À vezes, o frango é trocado por peixe ou carne de carneiro, para variar.

A ideia das marmitas deu tão certo que Fabiana quer aumentar seu quadro de funcionários para 50 e chegar a uma produção de 100 mil refeições por dia. A abertura da empresa está trazendo oportunidades não apenas para os imigrantes do Oriente Médio, mas também para nutricionistas brasileiras, que Fabiana fez questão de levar para lá. “Conforme eu for ampliando o número de funcionários, vou levando mais brasileiros”, disse ela.

A produção da cozinha não vai parar por aí. Segundo Fabiana, até setembro a Jais Catering deve começar a atender também as escolas e os hospitais de Ras Al Khaimah. Como a brasileira é especializada em alimentação escolar, o cardápio das crianças árabes será preparado de forma bem balanceada. “Futuramente, quero trabalhar também com buffet de festas de casamento com comida árabe e quem sabe mais para frente levar ainda um pouco da comida brasileira”, destacou.

Segundo ela, o segredo do sucesso de seu negócio foi a parceria com as pessoas certas. “No meu caso, foi o investidor brasileiro, o xeque e seu manager”, disse Fabiana, que volta para os Emirados em agosto e fica por lá durante 15 dias. “Faço isso a cada 30, 40 dias. Vou para visualizar o crescimento, supervisionar a empresa e dar início aos novos projetos”, acrescentou.

De nutricionista a empresária

Divulgação
Divulgação

A nutricionista Fabiana no escritório em Ras Al Khaimah

Formada em Nutrição pela Universidade Bandeirantes, pós-graduada em Alimentação Escolar pelo Instituto Ponto Crítico de Ensino (IPCE) e com Master of Business Administration (MBA) em Gestão em Saúde, Fabiana trabalhou por 11 anos na área comercial de uma empresa de alimentos. Foi pela sua experiência no mercado externo que a brasileira conseguiu contato com a família real de Ras Al Khaimah.

Entre as idas e vindas dos Emirados, Fabiana desenvolveu seu projeto e foi atrás de seu próprio negócio. “Me arrisquei e deu certo”, disse ela, que é casada e tem três filhas pequenas.

Contato
Jais Catering
Tel. +971 50 199.7170 (Emirados Árabes)
Cel. +55 (15) 8112.2043 (Brasil)
E-mail: piccinalli.fabi@uol.com.br

Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form